10 dicas para tirar arranhão de carros!

Quem gosta de carro, não o tem somente pelo conforto ou para se locomover, os apaixonados por carro adoram preservar a pintura e a estética do veículo. Gostam de ver o seu companheiro metálico brilhando, limpo e chamando atenção, é claro que um carro com arranhões seria o oposto disso. Por isso, pensando nos apaixonados por carros, vamos passar aqui 10 dicas importantes para retirar os arranhões que aparecem no seu carro que são provocados no dia a dia de quem faz do seu veículo o seu escritório diário.

É muito importante que você siga estritamente o que está escrito abaixo, pois são cuidados fundamentais para recuperar a beleza da pintura do seu veículo.

O que fazer em caso de arranhão no carro?

A primeira coisa que tem que se fazer é avaliar atentamente cada parte do automóvel em questão. Os locais mais comuns são: Para-choques, portas (atenção especial no entorno das maçanetas) e rodas. Caso as rodas tenham calotas, vale mais a pena comprar um jogo novo do quê recuperá-las, pois são itens muito baratos.

A segunda coisa que tem que ser avaliada são uns arranhões, deve ser verificada a profundidade de cada um deles. Um jeito simples é apenas passar os dedos pela superfície do risco, o tato é um aliado fundamental nessa hora, quanto mais sentir a diferença de textura, mais profundo e difícil é remover o risco.

No caso da tinta estiver levantada ou puder ver a outra cor por baixo, significa que o risco atingiu a camada mais profunda (o primer) ou até mesmo metal, nesse caso o encarecimento do serviço hoje precisará contar com uma pintura talvez até funilaria.

Após fazer essas avaliações você chegará à conclusão se sim ou não de que compensa seguir as dicas abaixo para tirar os arranhões do carro. Se sim arregace as mangas e comece o trabalho, cada parte do veículo que pode ter sido danificado (pintura, plástico, vidro, pneus) exige um serviço específico. Vamos às dicas!

Realize uma limpeza profunda

Para início de conversa, antes de tratar qualquer dano no seu automóvel, o mesmo deve está limpo. Tentar tirar arranhões de um carro sujo não dá resultado, visto que as partículas de sujeira irão piorar os riscos já existentes durante o processo de recuperação e podem esconder os problemas encontrados na pintura.

Utilize cera de alto brilho

Parece muito simples, mas é impressionante como uma camada espessa de cera pode diminuir a aparência de pequenas imperfeições encontradas no veículo (promovidas por unhas de humanos e cães, por exemplo).

Produtos com finalização alto brilho deixam a pintura impecável, além de protegerem e fazerem sumir os arranhões superficiais.

Dê um polimento no possante

Caso os riscos tenham danificado o verniz, apenas a cera não dará jeito, haverá necessidade de investir em polimento.

No procedimento de polimento, a peça a ser recuperada é lixada com lixa d’água 2000, recuperada com recobrimento de massa de polir e logo após uma finalização com a politriz.

Para que o resultado fique satisfatório, o ideal é que se faça na peça inteira e não apenas na área do risco.

Passe óleo de banana

Esse óleo possui um efeito solvente, e é muito utilizado por quem pinta as unhas. Essa composição química ajuda a recuperar vidros de esmalte ressecado, ele é ideal para recuperar arranhões de carros provocados por pequenas colisões onde estas deixam tinta sobre a pintura do outro automóvel.

O ideal é que se faça depois da lavagem e secagem, utilizando uma pequena quantidade do óleo de banana com um pedaço de algodão, fazendo aplicações diretamente na região arranhada. Logo após deve ser feita a lavagem, secagem e enceramento.

O contato com a tinta original deve ser evitado pois como é um solvente a pintura pode ser danificada.

Vidros também arranham

Uma mistura simples pode remover as imperfeições encontradas nos vidros, lembrando que essa dica é apenas para os vidros.

Após a limpeza da área utilize uma mistura de pasta homogênea de bicarbonato de sódio e pasta de dente, a mistura deve ser aplicada na área afetada e deixar que reaja por 5 minutos. Com movimentos circulares leves, utilize um pano macio para retirar a mistura até que o risco desapareça. Lave com bastante água e seque logo após.

Kit para remoção de riscos

Existem produtos que são compostos de várias ferramentas, com muitas marcas que comercializam esses kits de remoção de riscos.

Esses kits são encontrados em bastões na cor do carro, que podem ser aplicados diretamente no formato do risco fazendo desaparecer o mesmo. Verifique a melhor marca e aplique sobre os riscos.

Sempre que chover lave o carro

A água da chuva contém elementos abrasivos que podem danificar a pintura do seu veículo, por isso devemos ter um cuidado maior após chuvas na sua região. O ideal é que se lave o carro com água da torneira mesmo, sempre que chover.

Utilize capas automotivas

As capas automotivas protegem a pintura, entretanto são indicadas para automóveis que vão ficar parados por muito tempo. Não faz sentido ficar tirando a capa todos os dias correndo risco de arranhar o carro com a própria capa!

Realize manutenção periódica

A cera ajuda muito na proteção do seu veículo, mas às vezes é necessário que uma lavagem seja realizada para que a poeira seja retirada e assim que se evite novos riscos na superfície da sua pintura.

Não exponha seu veículo aos perigos

Tem combinações que são fatais para a pintura do veículo: sujeira acumulada, folhas de árvore velhas que podem causar manchas ou até mesmo ferrugem, pelo seu fator químico e exposição ao tempo, sabendo disso não é legal deixar seu carro embaixo de árvores.

A umidade é uma forte inimiga da pintura do seu veículo, quando o sereno acumula e é aquecido pelo sol, a pintura vai se deteriorando, tornando-a opaca, ao ponto de nem a cera conseguir reverter tal situação.

O ideal é que o seu carro esteja guardado em espaço fechado e coberto, evitando assim maiores riscos.

Deixe um comentário